Publicidade

Ponto de vista > Entrevistas
Lifestyle em dose dupla
Texto Joni Anderson | Fotos Divulgação | Adaptação Thales Bormann (estagiário)


Taiwan, o lhasa apso, fiel escudeiro de Attilio Baschera e Gregório Kramer, que posam para a foto

Attilio Baschera e Gregório Kramer formam uma das duplas mais interessantes do cenário nacional da decoração. Com background que já soma quase quatro décadas de atuação, conseguem driblar a passagem do tempo com uma receita que dispensa modismos, bebe na fonte das tendências e, ao mesmo tempo, repagina os clássicos. Em uma manhã de muito calor, no verão de concreto de São Paulo, a dupla recebeu Decoração & Estilo Casa para uma entrevista no charmoso casarão da rua Alagoas, um dos endereços mais chiques do Higienópolis. No número 651, agora existe a AGain, loja de decoração e nova empreitada da dupla. Rodeados por lindas cerâmicas, tecidos exclusivos, tapetes tentadores, quadros e uma linha exclusiva de homewear, os dois se sentem totalmente em casa.

Montada em 2004, a loja resume tudo aquilo em que acreditam e que faz parte do elegante lifestyle de ambos. A cada coleção, os ambientes são redecorados para receber os novos produtos. "Estilo, cada um tem o seu; depende da cultura, da informação, de como se vive...”, alerta Attilio. “O que gosto é da mistura. Casa não é museu nem moda”, diz Gregório. “Na decoração, existem vários estilos que podem ser seguidos, como o Charles X, o Art Décor, o Art Nouveau... Um lar caiçara tem estilo. Já uma casa de praia com móveis de aço, não! Estilo é saber transferir as suas vivências para ela”. Apesar de terem personalidades bastante distintas e complementares, eles concordam em um ponto: estilo faz parte de como se vive a vida. “Por isso é difícil o trabalho de um bom decorador: ele precisa encontrar o meio-termo entre o que gosta e aquilo que os outros gostam”, diz Attilio. 




























Dupla Referência


Para entender um pouco mais deste universo, é preciso voltar no tempo. Foi no ano de 1968 que Attillio e Gregório, recém-chegado da Argentina, montaram, em parceria, a primeira loja de decoração, a Ship Shop. Depois, estiveram à frente da Larmod Tecidos por 25 anos, fazendo dela uma referência no País. É assim em tudo o que fazem. Ex-diretor de arte, Attilio é o responsável pelos desenhos; Gregório cuida da escolha das tramas, da produção fabril, da parte burocrática. Na prática, ambos são responsáveis pela criação e desenvolvimento dos produtos e acompanham todas as etapas dos processos e seleção de peças. Nada os incomoda mais do que a obrigação de ter de seguir tendências ou criar por imposição.


Entre as peças à venda na AGain, uma linha completa de homewear com colchas, lençóis e até pijamas: resumo do conceito de lifestyle da dupla

Entre as estrelas criadas pela dupla, estão os consagrados tecidos inéditos em seda e algodão e com estampas originais. Há desde flores e frutos a cenas da história ou de metrópoles brasileiras. Imagens da Bahia, de Brasília, São Paulo e do Rio de Janeiro se transformam em tecidos incríveis. Em versão toile de jour, ninguém tem igual. Uma aposta cheia de personalidade, conceito e pesquisa.

“Tenho uma forte tendência étnica. E o Brasil tem coisas maravilhosas etnicamente falando. Isso precisa ser divulgado; precisamos deixar de seguir modismos”, defende Attilio. “O étnico brasileiro ainda vai explodir no mundo e só depois vamos valorizá-lo como se deve”, prevê Gregório. “Temos uma cor especial, um cheiro, uma paisagem... Não posso fazer as mesmas cores de um inglês. Mas a maioria das pessoas insiste: quer ser Nova York, Europa... Quando crio, é como uma fotografia desenhada de tudo isso”.

Sem mágoas, ainda sobra tempo para um desabafo e um alerta. “Nós tivemos poucas chances. Os grandes industriais nunca apostaram na nossa criatividade. Muita gente se diz criativa, mas não sabe nada porque é divulgado por quem também não sabe nada”, diz Attilio.



















Cores e motivos tropicais, como os florais, ganham nova versão mais iluminada, sob o olhar apurado da dupla de criadores

A caminho de completar uma década de existência, a AGain foi a forma que encontraram para desmistificar o conceito de que, para se viver bem, é necessário luxo. “Não se pode viver como há 60 anos, mas atualmente tudo está vulgarizado”, confirma Attilio. Gregório resume: “A decoração é também uma forma de fugir da realidade. Mas é bom lembrar que o que condena as pessoas é a falta de educação e cultura”. Ok, então qual palavra define o trabalho da dupla e o mundo AGain? Attilio responde: “Fantasia... É preciso ter fantasia na vida”.















O Rio de Janeiro foi transformado em estampas originais de uma das coleções de tecidos de decoração que destaca as capitais brasileiras
Onde encontrar


AGain Tel.: (11) 3662-3372; www.againdecor.com.br




Fechar
Mostre o seu espaço, receba a nossa Newsletter semanalmente e participe de concursos! Faça parte de nosso portal, cadastre-se!

As melhores revistas de decoração do Brasil!

Quero parabenizar pela edição de maio da Casa & Decoração, que foi muito bem elaborada e tem matérias bastante úteis. Continuem neste caminho, melhorando e buscando atingir o máximo de leitores possíveis

Alessandra Silva, Salvador - Bahia, via e-mail
Editora Online