Publicidade

Decore > Casas
Decoração romântica
Texto Adriana Fricelli e Simões Neto | Fotos Sidney Doll | Adaptação Thales Bormann e Ana Paula de Araujo

Dois projetos diferentes com algo em comum: o romantismo. A seguir, confira ambientes com decoração romântica e inspire-se:

 

Mistura fina
 

Dona de um estilo sofisticado, que passeia pelo clássico e flerta com o moderno, a moradora desta casa em Taubaté ansiava por uma decoração que conseguisse reunir e expressar suas preferências. A tarefa foi confiada a Andréa Murao, que, com o auxílio de Milena Aguiar, ergueu uma casa sob medida para as necessidades do casal e seus três filhos. Andréa fez questão de explorar os móveis rebuscados herdados de família, reinserindo-os no ambiente sob uma nova roupagem ou mesclando-os com outras peças de linguagem atual. Desse bem-bolado, surgiram ambientes nobres, mas de visual leve; sóbrios, mas pontuados de elementos divertidos; e atemporais pela marca do bom gosto.

No living, as profissionais aproveitaram as peças de família revestidas ou misturadas com objetos modernos. Seguindo a mesma linha, emolduraram as paredes por meio da aplicação do boiserie em gesso. O intuito foi trazer a
arquitetura neoclássica traços da tradicional decoração francesa. Por sua vez, o dourado e o rosa, presentes em  alguns acessórios e acabamentos, entraram como elementos modernos e impactantes em meio à cartela imperiosa de preto e cru.

 

O tapete, no mesmo tom do mármore travertino romano levigado do piso que percorre toda a área social, passou praticamente imperceptível, cumprindo a função de aquecer sem comprometer o visual do revestimento que se estende à lareira e à bancada do bar.

 

 

Já no home theater, isolado da área social por portas de correr, a vontade é entregar-se à tranquilidade que emana das paredes azul-turquesa e salta à chaise-longue, assim como o restante dos móveis. “Trabalhei com esta cor para criar um ambiente aconchegante, que todos quisessem desfrutar por longos períodos”, afirma Andréa.

 

O tom bege do pufe, do sofá, do tapete e do rack complementou a ambientação sem interferir no conceito. As fotografias de Mazzaroppi preencheram a parede: uma alusão ao cinema e também à cidade onde a propriedade está localizada.

 

 

A transição entre a formalidade da sala de jantar e a descontração da copa, integrada à varanda, é deliciosa. “Esse clima divertido é estimulante para o convívio das crianças”, explica a arquiteta. Novamente, uma relíquia da família foi transformada para ser inserida na decoração sob um novo contexto: a mesa com contornos rebuscados recebeu acabamento em laca PU amarela para destacar-se do piso de granilite branco, oferecendo uma pitada a mais de cor à paleta branca e preta. O troca-troca de cadeiras também contribuiu para a atmosfera moderna e lúdica. Para amenizar o pé-direito de 3,30 m, Andréa recorreu ao lambri, mas fez questão de não estendê-lo até o teto.

 

 

Na suíte principal, o projeto de interiores partiu do lustre Baccarat, uma herança da mãe da moradora. Para que a peça não pesasse, a arquiteta trabalhou com materiais naturais, como o couro manchado da cabeceira. O toque gracioso e romântico ficou por conta do papel de parede floral. “Toda a composição foi pensada para que o clássico
aparecesse de forma sutil, diluído no moderno”, arremata Andréa. 

 

Projeto, Andréa Murao e Milena Aguiar; abajur Bourgie, Kartell; banqueta, Benedixt; toy art, Plastik; outros objetos, L’oeil; almofadas florais, Galeria Mix; sofá, Dpot; obra, João Migotto; mesa de centro, Vermeil; iluminação, La Lampe; bancada do bar, Astral Mármores e Granitos; cadeiras Saarinen, Breton Actual; bar, desenhado pelas arquitetas e executado por Flávio Maciel Marcenaria; candelabro, Tok & Stok; pendentes, Dário Cúpulas; papel de parede, Celina Dias; cadeiras brancas, Micasa; poltronas Ghost, Kartell; abajur, Christie; roupa de cama, Blue Gardenia; cabeceira, Saccaro; almofadas, Larmod; objetos, Le Lis Blanc Casa; criados-mudos, desenhados pelas arquitetas e executados pela Alfa Marcenaria.

 

Harmonia romântica

 

“O amor vence tudo.” Escrita em latim, a frase foi gravada em uma singela placa na porta de entrada desta bela cobertura, decorada pela arquiteta e designer de interiores Maite Maiani. Na proposta, o piso inferior foi reservado para os dormitórios e o cantinho para as crianças brincarem. No superior, as salas integradas em uma estrutura de gazebo, o belo jardim que traz a natureza para conviver diariamente com a família e o romantismo identificado pelo provençal em todos os detalhes. “A decoração tem objetos que refletem o perfil de zelo, proximidade e romantismo do casal”, conta Maite.

Qualquer um poderia afirmar que basta um punhado de peças de qualidade, um pouco de bom gosto e ideias de aproveitamento de espaço para resumir o ato de decorar. Mas isso não funciona nesta casa, onde as soluções ganham outro tom e vêm com uma forte pegada acolhedora.

 

É o caso do hall de entrada. “Apostei no papel de parede mais escuro, no móvel e no espelho, acompanhados de duas arandelas e de peças do oriente. É o primeiro sinal de que as viagens são importantes para trazer personalidade”, adianta Maite.

 

Nas salas do andar superior, tudo está à disposição: da área de TV à de jantar. “Aqui, já existia um gazebo com estrutura metálica e teto rebaixado. Integrei as salas e ganhamos luz natural. O segredo foi dividi-las por barreiras visuais, com um recamier e um lustre, que marcam bem a posição da sala de jantar. Próxima à fonte, foi inserida a chaise, para ser um lugar para relaxar. Logo em seguida, parti para o living, onde pude misturar elegantemente alguns estilos”, detalha a profissional.

 

 

O living, além de ter a bênção da luz natural, apresenta uma mistura delicada de elementos aparentemente opostos. “Fiz um contraponto entre os móveis, como a mesa rústica e os objetos sobre ela, com os pincéis chineses e os acessórios indianos, trazidos de viagens”, explica.

 

 

A matriarca da família também tem uma extensão do seu trabalho em casa. No final da escada, Maite usou um pequeno espaço para montar uma versão míni do ateliê de costura da moradora. Para isso, sugeriu uma mesa de madeira como base para a máquina de costura, de maneira que ela ficasse centralizada e as laterais fossem usadas para distribuir as agulhas, os tecidos e os aviamentos. Para completar, a cadeira com contornos românticos casa com a mesa. Tudo foi inserido sobre o piso de madeira original. Observe que o contexto geral também influencia no ar gracioso. Na parede da escada, um leve patchwork de tecidos dá suporte aos quadros e às arandelas.


Se tudo vem com uma linguagem mais provençal, no quarto, o clássico se revela toda sua boa forma. Com uma claridade contagiante e soluções para ele e para ela, Maite sugeriu espelhos nas laterais da cama, papel de parede, um lustre que pertenceu aos avós da moradora e os dinâmicos criados-mudos. “Ele precisava de um espaço para escrever, e ela, de um móvel funcional. A marcenaria atrás da cama já existia, e a cabeceira com toque clássico arrematou a proposta. No piso, destaco o tapete Aubusson”, salienta a designer. Suvenires de viagens podem ser pontos fortes no décor. Aqui, as almofadas com as coroas da realeza sueca cumprem essa função.

 

 

De todas as exigências, a amplidão foi a mais solicitada para tornar este lar agradável a toda a família. “Os vazios entre os ambientes acontecem por conta das crianças. Não podia limitar a metragem nem o desenvolvimento delas, mesmo com todos os objetos e móveis inseridos no espaço. Optamos por uma circulação ampla e espaços bem-delimitados com decorações que fecham o ambiente, mas integram e permitem o convívio solto entre pais e filhos”, afirma Maite.

 

Opção, aliás, é o que não falta para elas, tendo em vista que a brinquedoteca tomou o lugar de uma antiga salinha íntima de TV e escritório que, com o passar do tempo, foi tomada pelas crianças. “Para caracterizar bem o local, acrescentamos cestos para os brinquedos e apostamos no papel de parede vermelho tipo palha, além dos pufes de banana”, diz.

 

 

Projeto, Maite Maiani; tecido da parede, Entreposto; móvel e espelho, Lilian Pimenta; arandelas, compradas na feira de antiguidades da Praça Benedito Calixto, em São Paulo; almofadas, trazidas de viagem; móveis provençais e clássicos, Lilian Pimenta; mesa de bambu, Helvétia House; pintura com textura de parede, Comapi Tintas.

 

Onde encontrar:

Andréa Murao e Milena Aguiar – Tel.: (12) 3624-5278.
Alfa Marcenaria – Tel.: (12) 3682-1346.
Astral Mármores e Granitos – Tel.: (12) 3633-7867.
Benedixt – www.benedixt.com.br.
Blue Gardenia – Tel.: (11) 3881-7747.
Breton Actual – www.breton.com.br.
Celina Dias – Tel.: (11) 3062-0466.
Christie – Tel.: (11) 5575-1857.
Comapi Tintas – Tel.: (11) 2914-0955.
Dário Cúpulas – Tel.: (11) 5055-6153.
Dpot – www.dpot.com.br.
Entreposto – Tel.: (11) 2189-0000.
Flávio Maciel Marcenaria – Tel.: (35) 3346-1833.
Galeria Mix – Tel.: (12) 3681-3103.
Helvétia House – Tel.: (11) 3559-8449.
João Migotto – Tel.: (11) 9901-6297.
Kartell – Tel.: (11) 3083-7511.
L'Oeil – www.loeil.com.br.
La Lampe – Tel.: (11) 3069-3949.
Larmod – Tel.: (11) 3065-1944.
Le Lis Blanc Casa – www.lelisblanc.com.br.
Lilian Pimenta – Tel.: (11) 3743-3776.
Maite Maiani – Tel.: (11) 3031-4400 – www.maitemaiani.com.br.
Micasa – Tel.: (11) 3088-1238; www.micasa.com.br.
Plastik – Tel.: (11) 3081-2056.
Saccaro – www.saccaro.com.br.
Tok & Stok – www.tokstok.com.br.
Vermeil – Tel.: (11) 3061-5525.

Fechar
Mostre o seu espaço, receba a nossa Newsletter semanalmente e participe de concursos! Faça parte de nosso portal, cadastre-se!

As melhores revistas de decoração do Brasil!

Parabéns a todos! Tornei-me leitora da Revista Feng Shui em Casa recentemente e estou adorando as matérias publicadas! Porém tenho algumas dúvidas e gostaria de ajuda para entender o processo

Cida Gonçalves, Diadema - São Paulo, via e-mail
Editora Online