Publicidade

Decore > Casas
05/12/2011
Casa de vila
Texto Patrícia Galleto | Fotos Sidney Doll
Uma casinha antiga em uma vila sossegada passou a ganhar vida quando foi reformada e seus moradores chegaram, um a um, até completarem três: uma família. A arquiteta Letícia Lemos, o fotógrafo Tomaz Vello e a filha do casal desfrutam da alegria de ter um lar bem do jeito deles.

Letícia Lemos, arquiteta, apaixonou-se à primeira vista pela casa de 80 m² que comprou há 5 anos em uma tranquila vila paulistana. Nela tem guardado, desde então, talvez algumas de suas histórias mais importantes, como a união com o marido e o nascimento da filha, sem falar da presença frequente dos amigos e parentes. “Inicialmente, ela havia sido projetada para mim, aí surgiu o Tomaz na minha vida e eu já mudei algumas coisinhas, fiz o armário maior, uma adaptação. Em seguida, logo que a gente se casou, eu engravidei e veio a Dora. A gente teve de dar mais uma mexidinha na casa para recebê-la”, conta Letícia, que optou por dar à luz no próprio aconchego do ninho, em um verdadeiro ritual de celebração à vida. “Meu parto foi uma delícia, nossas famílias vieram nos visitar, dormimos e, quando acordei, já estava aqui, tomei banho, café da manhã... Já estava no meu ambiente”, diz.


A relação da família com o local onde mora sempre foi intensa. Não faz muito tempo, era até difícil um passeio na rua, tamanha a vontade de ficar em casa. Hoje, as bicicletas (principal meio de transporte do casal) levam os dois para os afazeres fora da vila – até Dora, eventualmente, veste seu minicapacete. Mas eles sempre voltam para o lar, que se constrói diariamente e indefinidamente, acompanhando as mudanças da própria vida. Certamente, é um lugar onde cabe muito mais.

Ter um pátio interno com um jardim sempre esteve nos planos de Letícia quando desenvolveu seu projeto. “A ideia original era ter uma árvore aí no meio, mas eu plantei um ipê-amarelo e ele morreu. Fizemos, então, uma hortinha; também tem jasmim, brinco-de-princesa e amor- garradinho”, aponta. Além disso, a arquiteta “prolongou” a casa ao fazer uma cobertura em “L” na área externa, de forma a criar um novo espaço de área íntima no piso superior e resguardar a lavanderia embaixo. Para separar o quintal do local das refeições sem perder essa integração, foram colocadas portas de vidro de correr com caixilhos de madeira. A cozinha, por sua vez, ficou restrita à parede em frente à mesa. “Quis fazê-la o mais funcional possível”, destaca a arquiteta, responsável também pelo desenho dos armários.

Projeto, Letícia Lindenberg Lemos; obra, Marcopaulo Construtora; marcenaria, Madeartte - Norberto Rocha; caixilhos da porta e da janela, Oficina de Marcenaria Zeca Cury; estante do living, Oswaldo Mellone; fotografias, KeepClicking Fotografia.

Onde encontrar
KeepClicking Fotografia keepclicking.com.br
Letícia Lindenberg Lemos Tel.: (11) 9315-7762
Madeartte - Norberto Rocha Tel.: (11) 3501-4812
Marcopaulo Construtora Tel.: (11) 5058-3200
Oficina de Marcenaria Zeca Cury Tel.: (12) 3832-3381
Oswaldo Mellone Tel.: (11) 3813-4722
Fechar
Mostre o seu espaço, receba a nossa Newsletter semanalmente e participe de concursos! Faça parte de nosso portal, cadastre-se!

As melhores revistas de decoração do Brasil!

Parabéns a todos! Tornei-me leitora da Revista Feng Shui em Casa recentemente e estou adorando as matérias publicadas! Porém tenho algumas dúvidas e gostaria de ajuda para entender o processo

Cida Gonçalves, Diadema - São Paulo, via e-mail
Editora Online