PUBLICIDADE | LOJA ONLINE | ATENDIMENTO | ASSINATURAS Online Editora
Publicidade

Revista do Mês REVISTA DO MÊS

Casa & Decoração

O Prazer de Morar

ASSINE A SUA
Faça já! > Resolva
Cubas para banheiros
Texto Gabriele Victoriano | Reportagem Vanessa Moura | Fotos Divulgação | Adaptação Ana Paula de Araujo

A reforma da casa está pronta, mas ainda resta dúvida sobre qual cuba escolher para o banheiro? Confira as dicas a seguir e opte pelo modelo ideal:



 

A cuba Altero, de R$ 1.690*, é destaque no lavabo assinado pela designer de interiores Adriana Fontana. Produzida em vidro laranja, a peça apresenta cor semelhante à da parede e foi a solução encontrada para harmonizar a proposta de decoração.

 

Cuba, para que te quero?

O primeiro passo para não errar na escolha é definir a que tipo de ambiente a peça desejada se destina e qual a sua verdadeira finalidade. Feito isso, procure modelos que se encaixam no tamanho da bancada e no modo de utilização que você considera mais prático. A designer de interiores Adriana Fontana acredita que “o modelo ideal é aquele que se enquadra no seu projeto, considerando espaço, uso, qualidade e decoração”.



 

Comprada em uma viagem pela moradora, essa cuba de pedra-sabão já sobreviveu a duas mudanças. E, para criar um banheiro a partir da peça, a arquiteta Marília Caetano fez um apoio lateral com duas tábuas de madeira de demolição, a pedido da proprietária. Para completar o décor, o ambiente recebeu peças e acessórios rústicos.

 

O fim da sujeira de maneira simples

Para limpar todos os materiais, basta um pano úmido com detergente neutro. Mas, se deseja turbinar a limpeza, aqui vão algumas dicas: “As cubas de vidro aderem facilmente à gordura, o que deixa a sujeira aparente. Então, depois de lavá-la, remova os resíduos com bastante água e enxugue-a com um pano macio e seco. Em seguida, passe um jornal amassado e seco em toda a superfície interna e externa da cuba para obter brilho”, sugere a arquiteta Raquel Molica, que também lembra que, para materiais como o mármore, é recomendado eliminar toda a umidade. Na madeira, é permitido passar lustra-móveis de forma a garantir brilho à peça. E, para o cobre, Raquel tem uma receita caseira: “Passe vinagre quente na cuba e depois polvilhe a superfície com sal. Para finalizar, esfregue suavemente com uma esponja macia até obter brilho”.
 

Agradecimentos: Raquel Molica, Adriana Fontana, Christina Hamoui, Maithiá Guedes, Marília Caetano e Bruno Eduardo da Silva.

 

Modelos disponíveis

Existem três tipos básicos de cuba, segundo a arquiteta Raquel Molica: para embutir, de apoio ou sobreposta e semiencaixe. Mais tradicionais, as cubas de embutir facilitam a retirada de água da bancada. Porém, o design dessas peças é comum e elas acabam sendo substituídas pelos modelos de sobrepor e semiencaixe, que apresentam uma estética mais arrojada. Portanto, esses dois tipos levam vantagem sobre o modelo de embutir, já que seu desenho se destaca em qualquer ambiente. Contudo, o escoamento da água não é tão prático por conta do nível acima da bancada. As cubas de semiencaixe e de encaixe são semelhantes, somente o design de cada uma se diferencia. Existem ainda as bancadas feitas sob medida, garantindo uma peça exclusiva para o espaço, mas, em casos de mudança, talvez não seja possível reaproveitá-la.



 

A arquiteta Raquel Molica investiu em uma cuba oval, da Interbagno, para incrementar a decoração desse lavabo delicado. A peça branca contrasta com o papel de parede florido, sem deixar o ambiente com aspecto pesado.
 

O que vem primeiro?

Se você já escolheu uma torneira antes da cuba, é necessário adaptá-la ao tamanho e à profundidade da peça. “Observe a altura da torneira em relação à pia – se ela proporciona conforto – e também a distância da caída da água, que deve estar alinhada ou próximo ao ponto central do escoamento dela (ralo ou válvula)”, completa Raquel Molica. Para combinar as duas peças, analise se os designs são compatíveis e se ambas mantêm harmonia entre si.

 



 

 

No apartamento de um casal, Maithiá Guedes teve o desafio de criar banheiros separados para cada um. No cômodo de 6 m² da ala feminina, a arquiteta utilizou madeira freijó nos armários, feitos pela marcenaria Art Móveis, e bancada de mármore travertino romano, da BMV. A iluminação indireta foi embutida nas torres, gerando uma atmosfera intimista.

 



1- Com formato orgânico, a cuba de apoio da Roca alia modernidade e funcionalidade. Mede 550 x 400 mm e custa R$ 730*.


 

2- A cuba curvilínea também se destaca pelo design prático e arrojado. Da Roca, mede 660 x 380 mm e sai por R$ 741*.


 

3- Cuba de apoio quadrada da Incepa, com 390 x 390 mm. Custa R$ 390*.


 

4- A linha Color, da Eternit, serve ao modelo de sobreposição. Há diversas cores e as peças ainda são acompanhadas de uma válvula que controla o escoamento da água, com sistema pop-up, que abre e fecha com um clique.


 

5- A cuba Barcelona – coleção Urban da Roca – reverencia o charme da cidade espanhola, trazendo mais sofisticação ao lavabo. Por R$ 905*.


Adequado ao ambiente

Com tantos apartamentos compactos surgindo, a cuba precisa adequar-se ao ambiente. Para isso, os profissionais consultados recomendam pesquisar modelos menores em lojas ou fazer uma peça sob medida. O importante, nesse caso, é que a bancada do banheiro não ocupe todo o espaço disponível. A arquiteta Raquel Molica e o supervisor de produtos da Roca Brasil, Bruno Eduardo da Silva, concordam que os modelos mais indicados para banheiros reduzidos são o de sobrepor, apoio ou embutir.
 

Opte pelo que mais lhe agrada

Atualmente existe uma grande variedade de materiais aplicados nas cubas: corian, vidro, porcelana, cerâmica, pedra, acrílico, madeira, cobre, metal e mármore são usados para diferentes ambientes. De acordo com Silva, o tipo mais utilizado e durável é a velha e boa porcelana. “É um material que proporciona mais higiene e não permite a infiltração de água e proliferação de bactérias”,completa Bruno.



 

Neste lavabo da loja de enxovais Valencien, Christina Hamoui optou por seguir a linha clássica europeia com uma cuba tradicional branca. Ela utilizou também tecido na parede com listras verticais em tons claros para conferir elegância.

 

Tendências

Apesar de o formato quadrado ainda ser muito usado, aliado à cor branca, a designer Adriana Fontana e a arquiteta Raquel Molica apostam nas formas simples e orgânicas como tendência nessa temporada. Já o supervisor de produtos da Roca Brasil, Bruno Eduardo, acredita no potencial das cubas com desenhos quadrados, mas com cantos arredondados. “Cubas rebuscadas, com muitas curvas e cores numa peça só, tendem a deixar o ambiente carregado. Portanto, cuidado!”, alerta Raquel.
 

*Preços pesquisados em dezembro de 2011, sujeitos a alterações.
 

Onde encontrar:
Altero – www.altero.com.br.

Adriana Fontana – Tel.: (11) 2306-6051 – www.adrianafontana.com.br.

Marília Caetano – Tel.:(11) 3062-4784 – www.mariliacaetano.com.br.

Raquel Molica – Tel.: (11) 3571-7200 – www.raquelmolica.com.br.

Christina Hamoui – Tel.: (11) 3071-0001 – www.christinahamoui.com.br.

Maithiá Guedes – Tel.: (11) 3079-1294 – www.maithiaguedes.com.br.

Interbagno – Tel.: (11) 3081-2664 – www.interbagno.com.br.

Art Móveis – Tel.: (11) 2514-8165.

BMV – Tel.: (98) 3235-8030.

Roca – Tel.: (11) 3061-5266 – www.rocabrasil.com.br.

Valencien – Tel.: (11) 5041-5770 – www.valencien.com.br

Fechar
Mostre o seu espaço, receba a nossa Newsletter semanalmente e participe de concursos! Faça parte de nosso portal, cadastre-se!

As melhores revistas de decoração do Brasil!

A Casa & Decoração é uma delícia, de muito bom gosto. Comprei a revista este mês e não pude deixar de reparar na qualidade e aceitar o convite de tirar os sapatos, sentar na poltrona e curtir

Ivana Michelin, São Paulo - São Paulo, via e-mail
Editora Online