Publicidade

Decore > Varandas e lazer
A alma do lar

Texto: Fernanda Emerick / Fotos: Sidney doll

 

Primavera, ficus, miniromã, dracenas, bálsamo e azaleia vermelha são protagonistas da varanda, inspirando bem-estar

A parede revestida de madeira de demolição foi o ponto mais charmoso do projeto. O piso inicialmente era de porcelanato, mas ganhou um deque de fácil colocação, ladeado de pedras brancas que deram acabamento ao visual de jardim. A sensação é de um ambiente rústico e acolhedor.

 

Varanda zen
Para uma varanda relax e com estilo rústico, a arquiteta Nicole Finkel criou um ambiente confortável e com um colorido pontual dentro dos 26 m² disponíveis. “Os moradores precisavam de um espaço com cara de casa, onde pudessem estar com os amigos ou até mesmo sozinhos, lendo um livro”, conta a profissional. No projeto, banco e parede – ambos de madeira de demolição – aquecem a decoração e atuam como um convite para descansar e curtir o espaço, que exala calma e natureza. Para a escolha das plantas, a ideia era investir em espécies altas e de fácil manutenção, além de buchinhos menores, ideais para trazer volumetria. O resultado foi um espaço tranquilo, agradável e com estilo ímpar no quesito bem-estar.

 

Faça chuva ou faça sol, os móveis de madeira Teka, ideais para áreas externas, resistem às intempéries. No caso do deque e da parede, a madeira de demolição peroba rústica, recebeu um tratamento especial: foi lavada, desengrossada e lixada.

 

Iluminação planejada
O ideal é que a varanda seja um complemento do restante do apartamento, principalmente da sala. “Ela precisa ser agradável, com banco e sofá confortável, além de uma iluminação planejada, com a possibilidade de um ambiente total ou parcialmente iluminado, que propiciam mais aconchego”, destaca Nicole.

 

Projeto: Nicole Finkel; 

Poltronas e banco: Via Villa;

Tecidos dos estofados: Regatta;

Futons: Tsuruya;

Pufes: Espaço Til;

Vasos e plantas: Uemura Flores e Plantas;

Lustres: L’oeil;

Spots: Yamamura;

Decoração: Desmobilia.

 

Na churrasqueira, o gabinete de MDF revestido com laminado melamínico combina com o tampo da pia, de quartzo sintético na cor bege – com um armário com porta basculante em vidro reflecto. As banquetas são de madeira com estofado de tecido Ratier de linho Carmin Natural.

 

A mesa de madeira apresenta um tampo com dois frisos na lateral, o que agregou um discreto requinte. Para jantar ou almoçar, o destaque é a opção da sinuca – ainda mais personalizada com o veludo vermelho.

 

Ambientação completa
A varanda ampla, com formato em “U”, permite uma decoração completa, de ponta a ponta. “Cada lado recebeu plafons espelhados decorativos; na circulação usei spots com lâmpadas dicroicas”, explica Érica. Sobre a mesa de jantar, um lustre pendente – redondo de madeira – com luz direcionada, contribuiu com a proposta de um ambiente rústico-chic. “Trata-se de um espaço multiúso, que pode ser usado para festas, pequenas reuniões, churrascos aos domingos e ainda servir ao relax no dia a dia da família”, reflete Érica Salguero.

 

Pub particular
Descontraída – mas não menos sofisticada –, essa varanda é simbolo de lazer e diversão garantida. Dentro dos 61 m², o projeto da arquiteta Érica Salguero surpreende pelo revestimento inspirado em tipos de vinhos e a mesa multiúso, que se transforma conforme a demanda: seja para sinuca ou para servir refeições. “A ideia era criar um espaço de lazer, no qual todos descansasem ou fizessem reuniões com amigos e familiares. Os moradores me
deram liberdade para criar um espaço clean, contemporâneo e sofisticado, mas muito aconchegante”, destaca a profissional. Agradável e ideal para incentivar o divertimento, móveis bem escolhidos e confortáveis se aliam a pisos e revestimentos claros, que trouxeram a sensação de amplitude.

 

Na parede da área de churrasqueira, pastilhas de mármore e vidro modernizam o espaço. Ao lado fica o painel de madeira de demolição esculpido com base no tema Vinho. Nomes como Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon e Pinot Noir são facilmente notados.

 

Cadeiras com braço e sofá são de fibra sintética. O piso é o porcelanato Piacenza (HD WH, 45 x 90 cm).

 

Projeto: Érica Salguero;

Piso e revestimento das paredes: Bollpi;

Marcenaria: Florense;
Pedra: Engenharia do Mármore;

Mesa de sinuca: 7 Bol;

Cadeiras da mesa e das banquetas: Artefacto;

Iluminação: Empório Luz;

Cortina: Marengo Decor;

Vaso de chão: Casa Flor;
Decoração: Via Classic.

 

Do fundo do mar
Idealizada para ser a varanda de um casal de mergulhadores, o ambiente de 19 m² com decoração praiana tem cores e acessórios com o azul da cor-do-mar e o verde, da vegetação. Também presente nas estampas, pontuando o tema com um painel de madeira de demolição, a ideia da arquiteta Eliana de Sousa era criar um espaço com a identidade dos moradores, que usam a varanda para descansar e relaxar quando voltam do mergulho.

 

O jardim integra os ambientes interno e externo. “Um painel de samambaias trouxe a natureza para dentro da varanda, que ainda abriga um deque com uma pimenteira, além de outros tipos de vegetações. Isso ajudou a compor o espaço com elegância”, comenta a arquiteta.
 

O piso neutro mescla cerâmica e porcelanato acinzentado, permitindo o uso de cores nas paredes.

 

Pontos de iluminação indireta evidenciam painéis, quadros, vegetação e a lareira (modelo com queimador a álcool).
 

Recepção aconchegante
Para que uma varanda seja receptiva, toda composição do ambiente precisa transmitir aconchego, já que ela é a extensão do living com a presença de plantas e ao ar livre. “Combine as cores, projete uma iluminação adequada e invista em móveis confortáveis”, aconselha a arquiteta Eliana de Sousa. Para trazer mais natureza para o projeto, permitindo um espaço para relaxamento e meditação, a profissional criou deque e painel de bambu com samambaias.

 

Projeto: Eliana de Sousa;

Piso: Itagres;

Mobiliário, esculturas e acessórios: A Especialista;

Tintas: Sherwin Willians;

Painéis: Mentha;

Iluminação: Lustres Iriê;

Tapete: Casa Fortaleza;

Lareira: K3 Imports;

Pufe: tecido da TECDEC e confecção de Eliana de Sousa.

 

Jardim relax
Projeto da arquiteta Roberta Banqueri, a varanda tem 37 m2 e mistura muito verde e madeira. Com paisagismo feito potr Ivani Kubo, a meta era que o espaço lembrasse uma casa de campo e remetesse a uma vivência em sítio, cheio de ar puro e boas energias. “O mais importante era atender ao estilo de vida da família, com elementos que ela possa usufruir. Aqui, a ideia era ter vegetação, madeira de demolição, vida e cor”, enfatiza Roberta. Para facilitar a manutenção desse verdadeiro jardim particular, plantas em vasos foram utilizadas para atingir funcionalidade e beleza.

 

Para ambientalizar o espaço, foi criado um jardim seco, cujo piso concentrado serviu de base – revestido com madeira –, além de plantas e vasos. Pisadas de madeira e forração em pedrisco contribuíram para o ar campestre.

 

Na churrasqueira, o gabinete em laminado plástico branco e a pia de travertino nacional neutralizam o colorido do ambiente e entram em harmonia com o restante do décor.

 

Os móveis de madeira de demolição, bem como o revestimento da parede, ganham destaque com os futons em tons de zul, branco e verde – complementados pela cadeira azul, de madeira pintada.

 

Projeto: Roberta Banqueri;

Paisagismo: Ivani Kubo;

Revestimento da parede e os bancos do espaço gourmet: madeira de demolição;

Bancos do jardim, mesas, banquetas e cadeira azul: tudo do Espaço Til;

Pedras do chão: Art Viva;
Marcenaria da churrasqueira: Todeschini;

Lustre: L’oeil.

 

Natural e neutro
Com revestimentos neutros e o ar puro de um ambiente ao ar livre, a varanda de 56 m2 foi idealizado pelo arquiteto Augusto Perez em parceria com o paisagista Gilberto Elkis. Baseada na harmonização dos estilos clássicos e moderno, a proposta da decoração era traduzir o gosto dos moradores em linguagem atual e acompanhando as tendências. “Em casos em que o imóvel não tem uma separação muito bem definida entre os espaços, um invade o outro, por isso, quanto mais suave essa transição melhor “, explica Perez. Parte do apartamento de um casal jovem, que adora receber amigos na área externa, a varanda conta com conforto inserido em detalhes como os discretos tecidos de algodão e revestimentos de tons claros, que permite que ambiente alie elegância e desprendimento.

 

A ideia de criar um jardim nasceu de poder oferecer a amigos e convidados um ambiente tranquilo, receptivo e repleto de natureza. Todo o piso externo, incluindo as escadas, é de mármore travertino bruto romano.

 

Os móveis seguem o padrão clean do espaço, com tecidos de algodão sobre os itens de madeira e peroba rústica, como as poltronas e espreguiçadeiras – responsáveis pelo toque descontraído característico dos moradores.

 

Projeto: Augusto Perez Interiores;

Paisagismo: Gilberto Elkis;

Fotos: Sergio Israel;

Pintura da parede: Suvinil (Chapéu de Palha);

Piso: Palimanan;

Revestimento da parede: Nani Chinellatto;

Mesinhas de centro: Tora Brasil;

Tapete e cortina: Casa Fortaleza;

Poltronas e espreguiçadeiras: Wladimir Woody´s;

Mesa e cadeiras: Novo Antigo;

Lamparinas de chão: L’oeil;

Cortina, lustres e escultura: acervo dos proprietários.

 

Para revestir a parede, a madeira de cumarú é uma opção que deixa o ambiente aconchegante e com ar rústico. “É quase uma ‘canjiquinha de madeira’, brinca Contrera. Além disso, orna com vasos, plantas e até a cama de fibra natural com tecido náutico

 

O espelho de ferro fundido com envelhecimento natural mantém o aspecto terroso de todos os itens, e ainda moderniza peças como a mesinha de bambu e madeira de demolição e o tapete de fibra sintética.

 

Acolher com sofisticação
Integrada à sala, a varanda de 28 m² deixa nítido seu apelo mais natural e jocoso. Ainda que a área da churrasqueira seja séria e não ultrapasse os limites das cores neutras, o outro lado do ambiente é convidativo e acolhedor. “Nesse espaço, a integração e o convívio devem ser respeitados. A sala de jantar unida à churrasqueira deixa o uso prático, enquanto o papo descontraído fica na área da chaise”, explica o arquiteto Marcos Contrera, responsável pelo projeto. Base neutra e móveis maiores e pesados dão lugar a acessórios coloridos, como tapetes, almofadas e objetos de arte.

 

A mesa, que serve desde churrasco a jantares, é laqueada com cadeiras de madeira imbuia forradas de tecido. O móvel branco de laca ajuda como apoio para pratos e bebidas.

 

Projeto: Marcos Contrera;

Piso e revestimento de parede: Indusparquet;

Cama e mesinha lateral: A Especialista;

Almofadas, espelho de bolinhas e decoração em geral: Espaço e Forma;

Pedra da pia: Brutu’s;

Tapete: Casa Fortaleza;

Lustre: Lustres Iriê;

Cortina: Beare Decor;

Mesa de jantar, cadeiras e móvel branco: acervo do proprietário.

Fechar
Mostre o seu espaço, receba a nossa Newsletter semanalmente e participe de concursos! Faça parte de nosso portal, cadastre-se!

As melhores revistas de decoração do Brasil!

Continuarei fã, acompanhando a Casa & Decoração e as outras revistas da Editora On Line. Eu indico para amigas porque tem ideias maravilhosas. Desejo sucesso

Tatiana Veras, João Pessoa - Paraíba, via e-mail
Editora Online