Publicidade

Decore > Varandas e lazer
Aconchego garantido

Texto: Bianca Parada / Reportagem: Daniela Espinelli / Fotos: Divulgação

 

 

Área social
O desejo dos proprietários era criar um espaço de estar, em 70 x 70 m, agradável e aconchegante para um café e para receber visitas. A arquiteta Paula Malgadi optou por toda a estrutura de madeira (marcenaria, mesa, floreira e piso), feita sob medida por um marceneiro. Foi usada madeira cumarú envernizada e pintada com verniz náutico para conservação da área externa. A mesa acoplada à floreira recebeu um tampo de pastilhas nas cores branca, verde e azul. As espécies utilizadas foram Falenópsis (phalaenopsis x hybridus), chifre-deveado (platycerium bifurcatum) e lançade-são-jorge (sansevieira cylindrica).

 

Projeto: Paula Magaldi.

 

* Preços referentes a maio de 2008, época de execução da obra, sujeito a alterações.

 

Como alternativa econômica, a arquiteta sugere a troca do piso em ladrilho hidráulico (20 x 20 cm), fabricado artesanalmente, pelo piso porcelanato (60 x 60 cm), com estampas fiéis ao ladrilho; sua produção e aplicação são mais simples e, por isso, barateiam o custo final.

 

Minipub
Inspirado nos famosos bares irlandeses, o casal jovem que tem o hábito de receber amigos semanalmente queria que o espaço de 6,8 m² da varanda tivesse o estilo de barzinhos, porém, sem perder a presença de flores e plantas. Para acomodar os convidados, foi colocado um banco de madeira de demolição com gavetões embutidos e rodinhas de gel, que não danificam o piso de ladrilho hidráulico e facilitam a limpeza. O futon em veludo bordô e espuma foi feito sob medida para garantir o tamanho ideal, e as cores escuras foram escolhidas para se aproximar ao clima boêmio, principalmente ao anoitecer. Para não prejudicar o jardim vertical, o espaço ganha destaque com iluminação especial. A arquiteta Daniela Coli sugeriu o conceito de vegetação suspensa para liberar o aproveitamento do piso e espaço. Foi instalado um painel de madeira de demolição com cachepots, que acomodam os pratos de plantas decorativas. Na horta, foram usadas mudas de alecrim (Rosmarinus officinalis), hortelã (Mentha sp), salsa (Petroselinum crispum) e espécies da família Apiaceae, como coentro (Coriandrum sativum) e cominho (Cuminum cyminum L.), encontradas em Gardens Centers por valores a partir de R$ 3; e plantas decorativas: samambaia americana (Samambia Nephrolepis) e orquídea (Orquídea Cymbidium). A irrigação da vegetação é feita por meio de minirregadores ou copos de vidro, já que cada espécie tem uma quantidade para regar. Os cachepots de madeira servem apenas como apoio dos vasos de plástico e pratos de cada planta. “Não recomendamos o contato direto da terra com a madeira neste caso, pois o material ficaria danificado em um curto prazo de tempo, sem contar o excesso de água que escorreria pelo painel, provocando manchas”, explica Daniela. Na hora de escolher a vegetação da varanda, é necessário considerar a intensidade da luz e calor que os vasos vão receber nessa área e qual a medida ideal do recipiente que vai recebê-la, para não prejudicar sua evolução.

 

Projeto: Daniela Coli;

Marcenaria: Nova Suzana;

Piso: Via Narte;

Tapeçaria: Ômega;

Mobiliário: Decora Bacana.

 

*Preços referentes a novembro de 2012, época de execução da obra, sujeito a alterações.

 

Beleza vertical
Um jovem casal buscava proximidade com a natureza em sua varanda. Assim, a designer de interiores Cícera Gontijo e a DDA – Decoração, Design e Arquitetura Ltda.– tiveram a ideia de instalar um jardim vertical. Na medida de 1,33 x 2,38 m, o jardim foi montado sobre a parede plana, impermeabilizada com pintura preta. Sobre ela, foi fixado um painel de tela de aço galvanizado para fixar os vasos. Dentre as espécies utilizadas: columeia batom (Aeschynanthus pulcher), dolar (Plectranthus coleoides), singônio (Singonio angustatum), samambaia-havaiana (Nephrolepis exaltata) e falsa-vinha (Parthenocissus tricuspidata). Como recomendação para quem deseja aproveitar a ideia, as plantas devem ser escolhidas de acordo com o ambiente, luminosidade, temperatura e local onde ficarão. A irrigação, neste caso, foi feita a partir de uma calha, colocada sob o painel, pois ali não existia ponto de água. A água, colocada manualmente, é bombeada, passando por meio de um bico de gotejamento aos vasos. O sistema evita desperdício e controla a quantidade diária. Para complementar a decoração, o piso de porcelanato e os pufes feitos de corda, em tons fortes, se destacam entre cores neutras.

 

O jardim vertical é uma tendência. Além do belo aspecto estético, aproveita o espaço da parede e deixa as varandas mais verdinhas.

 

Projeto: Cícera Gontijo;

Sofá: Tom sobre Tom;
Escultura: Galeria de arte Dotart;

Jardim vertical: Giardino;

Bancos de corda e mesa lateral: São Romão.

 

* Preços referentes a novembro de 2011, época de execução da obra, sujeito a alterações.

 

Vinheira para decorar
O projeto da arquiteta Luita Trench tem como destaque o painel feito com caixas de vinho, material que a profissional tem costume de trabalhar. As caixas de madeira são adquiridas em adegas e enviadas à marcenaria, onde são tratadas com resina e transformadas em um painel para ser aplicado à parede. Esta varanda é coberta, não trazendo riscos de danificar o painel, porém, deve-se evitar o contato com a água. É uma solução econômica para famílias que apreciam o vinho ou até restaurantes, pois, conforme os produtos são comprados, as caixas são guardadas para futura montagem e aplicação. Como o casal com três filhos queria um ambiente integrado e que pudesse atender diversos momentos, como área gourmet e até espaço para as crianças, foram usadas cores neutras para harmonizar a todas as peças decorativas, sem errar na combinação. A mesa usada é de laca brilhante amarela e as cadeiras, de acrílico transparente.

 

Projeto: Luita Trench;
Vasos decorativos: LS Selection.

 

* Preços referentes ao ano de 2011, época de execução da obra, sujeito a alterações.

 

Xodó natural
Os moradores queriam colocar um pouco de verde na varanda, porém, como a metragem é pequena (1,5 x 5 m), para não atrapalhar a passagem e aproveitar o espaço, a paisagista Marisa Lima sugeriu um jardim vertical acima do sofá. Foram utilizados 20 vasinhos que custaram cerca de R$ 6 cada, aplicados com buchas e parafusos, que, próximos, formam um painel. Segundo a paisagista, a escolha das plantas para a área externa depende da iluminação, do vento e do clima do ambiente. Neste projeto foram usadas as espécies: alfinete (Asparagus Sprengeri), peperômia variegata (Peperomia scandens ‘Variegata’) e orquídea-chuva-de-ouro (Oncidium sp), que variam de R$ 25 a 80. A forma de irrigação também varia de acordo com a varanda; como não existia ponto de água nem de luz, não foi possível o uso de irrigação automática. As plantas são regadas individualmente, com regador de bico fino, e o chão tem uma calha por onde escoa a água, mas Marisa afirma: “Quando se molha um vaso de planta, nunca deixe a água escorrer pelo dreno, pois com ela vão todos os nutrientes da terra”, explica a profissional.

 

Projeto: Paisagismo, Marisa Lima;

Plantas: Acácia Plantas e Passiflora Plantas.

 

* Preços referentes a maio de 2012, época de execução da obra, sujeito a alterações.

 

Cantinho retrô
Ponto de partida do apartamento, a varanda de 11,23 m² foi decorada em tons claros e pastel com aparência retrô, escolha dos moradores que participaram ativamente do projeto. O ambiente fechado com vidros tem como solução econômica um deque de reflorestamento, feito com ripas de madeira removíveis, para facilitar a limpeza. Para dar ênfase ao deque e à estampa do sofá, foi utilizado o piso de porcelanato e o revestimento da parede em tons neutros. As plantas, que já eram dos moradores, possuem pratos para evitar o contato da água com a madeira, e sua irrigação é feita por meio de regador.

 

Projeto: Teresa Simões;

Sofá: Tok&Stok;
Frigobar: Brastemp;

Mesinhas e cadeira: Achados do Brasil;

Pedra: Brutus.

 

* Preços referentes ao ano de 2011, época de execução da obra, sujeito a alterações.

 

Integração funcional
Para receber os amigos de forma acolhedora e descontraída, o jovem casal desejava colocar um balcão com
miniadega, porém, preocupava-se com os móveis, devido à ação do tempo, já que a incidência do sol é muito
grande na residência. A solução encontrada foi a integração da varanda com a sala de jantar, que passou por
uma pequena reforma. A abertura foi fechada com painel de vidro, proporcionando amplitude e conforto, sem
alterações de metragem. De acordo com o gosto do cliente pelo amarelo, a designer Cátia Maiello e a arquiteta
Cláudia Aragão pensaram em uma paleta de cores que entrasse em harmonia com a escolha e, ao mesmo
tempo, desse destaque às bancadas em Silestone. As profissionais optaram pelas cores cinza, preto, branco
e amarelo e sugerem, para economia do projeto, substituir o Silestone por marcenaria em MDF com laminado
amarelo e a cortina por uma persiana horizontal de alumínio.

 

Projeto: Cátia Maiello e Cláudia Aragão;

Pedra Silestone (balcão e bancada do armário): Imagran MG Mármores e Granitos;

Armário: Toninho Móveis;

Cortina: Acortinar.

 

* Preços referentes a abril de 2012, época de execução da obra, sujeito a alterações.

 

Personalidade marcante
A ideia do jovem e sofisticado casal era ter um espaço gourmet para receber visitas em seu apartamento. A solução das arquitetas Flávia Amorim e Renata Melendez foi retirar as divisões da sala e cozinha, para manter a integração entre os ambientes. Para dar um ar de varanda ao canto de 4 m² da sala, uma solução simples e econômica foi o uso de deques modulados de madeira por cima do piso de porcelanato. Na decoração, foram utilizadas fotos e postais emoldurados, além de objetos garimpados em viagens, que marcaram os momentos do casal, e trazem lembranças boas, sofisticação e aconchego. As cores do apartamento variam entre tons amadeirados, preto, branco e bege, escolhidos para manter o clima agradável e elegante e possibilitar o jogo de tonalidades nos objetos de decoração.

 

Projeto: Studio AZ Arquitetura – Flávia Amorim e Renata Melendez;

Mármores e granitos: Marmobráz;

Tapete: Gallery Tapetes Orientais;

Cortinas e persianas: Art Cenário;
Vidro: Vidro Clean;

Objetos de decoração: Atelier Avanzzo;
Iluminação: The Light;

Móveis: Líder Interiores.

 

* Preços referentes ao ano de 2012, época de execução da obra, sujeito a alterações.

Fechar
Mostre o seu espaço, receba a nossa Newsletter semanalmente e participe de concursos! Faça parte de nosso portal, cadastre-se!

As melhores revistas de decoração do Brasil!

Continuarei fã, acompanhando a Casa & Decoração e as outras revistas da Editora On Line. Eu indico para amigas porque tem ideias maravilhosas. Desejo sucesso

Tatiana Veras, João Pessoa - Paraíba, via e-mail
Editora Online