Publicidade

Para Você > Seu cantinho
Estúdio encantado

Por: Camila Oliveira / Fotos: Amanda Mol (Divulgação)

 

Enquanto estava no último ano da faculdade de Design de Moda, Amanda teve a ideia de montar um ateliê próprio, já que decidiu voltar para o interior, onde morava, para iniciar sua carreira profissional. Com a ajuda da família, a profissional chegou à conclusão de que sua própria casa poderia ser o local perfeito para ter seu ambiente de trabalho, e, dessa forma, um novo andar foi construído no imóvel. Amanda e seus pais pensaram no projeto e envolveram-se em todo o processo da construção, desde a contratação dos funcionários até a escolha de cada revestimento e cor de tinta, resultando em um espaçoso e confortável ateliê de 60 m². Hoje, a ilustradora divide o espaço com o namorado Thales Figueiredo, que é publicitário e atua como diretor de arte da empresa, onde é desenvolvido e exposto o trabalho dos dois para o Estúdio Criativo. 

 

Mistura que dá certo
No local, os dois desenham, pintam, fotografam e recebem clientes com horários agendados, além de proporcionar atendimento via internet. Em cada espaço, é possível ver um mix de estilos e cores nos móveis, como os gaveteiros brancos que deixam o destaque para a mesa redonda. Ela foi comprada em uma loja de usados e laqueada na cor azul por um pintor.

 

Sonho realizado
Durante a escolha de cada objeto, a ilustradora pensava na função que ele precisaria cumprir, no design e nas cores de seu agrado, para compor o espaço da forma que sempre quis. Foram feitos móveis planejados com serviços de marcenaria, que completaram o mobiliário novo comprado e o que foi garimpado em lojas de usados. Em vez de um armário, em uma das paredes, nichos de MDF branco são utilizados para guardar os objetos e expor os trabalhos, economizando espaço e dinheiro.

 

Os quadros são cartazes de autoria de Amanda, e custam R$ 89,90 cada.

 

Por todos os lados, a delicadeza e alegria estão presentes, principalmente com a escolha das cores, vibrantes e suaves, que inspiram Amanda. Vermelho, amarelo, azul-turquesa, pérola e três tons de rosa formam a composição, que, apesar de feminina, não intimida a presença masculina do namorado e dos clientes.

 

O chão de todo o espaço foi revestido com piso frio de cerâmica, e as paredes receberam apenas tinta. O telhado é todo feito com madeira, que foi pintada de branco. O cuidado com a natureza também está presente, com a porta adquirida em uma loja de usados, que foi reformada e laqueada ( R$ 220), e as persianas coloridas feitas de lata (R$ 140 cada).

 

Partindo do zero
Por ter sido uma construção nova, o espaço não passou por nenhuma reforma, mas, ainda assim, enfrentou alguns problemas, por conta da sustentação da laje da casa. Até então, os moradores não imaginavam que um dia o imóvel receberia um segundo andar, e, por isso, sob a orientação de engenheiros, foi construída uma nova laje com vigas reforçadas. A partir daí, iniciou-se a construção do pavimento. O ateliê tem, ainda, uma ligação com a sala do primeiro andar da residência, que ganhou uma escada e nova iluminação.

 

“Cada cor em um objeto, parede ou móvel contribui para compor a aquarela que mora nos meus pensamentos e no coração”, revela Amanda.

 

O cantinho é decorado com uma faixa de azulejos de uma linha retrô, que custaram de R$ 2 a R$ 6 (a unidade). A poltrona de madeira foi comprada em uma loja de usados e reformada por um estofador com estampa de patchwork. Para dar um charme, a televisão Retrô LG ( R$ 499) compõe a proposta da mistura do novo com o antigo.

 

Sentimentos por todos os lados
O objetivo de Amanda era dividir o atelier em alguns ambientes, pois o espaço tem um formato de loft, e ela queria que cada canto tivesse uma “sensação” diferente. Logo na entrada, o visitante já tem contato com uma exposição do trabalho da ilustradora, e, a seguir, pode-se ver um cantinho mimoso, com poltrona estampada, parede vermelha e todas as cores do home office. Como mesinha lateral, foi usado um carretel de madeira antigo pintado de branco.

 

Um pouco de tudo
A designer é apaixonada por cores e decoração, e procurou utilizar muito objetos que a agradam por todo o espaço, alguns comprados e outros, reformados. Parte dos quadros e das gravuras foram feitos por ela; outra parte foi comprada em feiras de Buenos Aires. Para esquentar e dar conforto, tapetes de barbante e de fios de malha colorida ( R$ 89), comprados em feiras, compõem o estilo despojado, que combina com o jeito moderno-retrô da geladeira vermelha. Alguns itens de decoração, como móbiles, almofadas e ilustrações, também foram produzidos por Amanda, o que deixa o espaço personalizado e economiza o orçamento.

 

Espaço de relaxamento
O casal de jovens (ela tem 23 anos, e ele, 24) trabalha com muita espontaneidade, valorizando todos os dias a qualidade de vida, o trabalho e a rotina flexível de ambos. Por isso, não poderia faltar uma área externa convidativa, com muitas flores, confortáveis cadeiras e cores alegres. Durante o dia, os dois param para tomar um ar, cuidar das plantas e apreciar os pássaros, refrescando a mente e possibilitando novas ideias. O ateliê também é usado para encontros despojados com os clientes da cidade, resultando em confraternizações prazerosas. O piso é feito de caquinho, um revestimento do antigo terraço da casa de Amanda. Ela resolveu mantê-lo para diminuir os custos, mas acabou gostando dele com o passar do tempo.

 

Na parte externa, há uma mesa reformada, feita com uma bobina de enrolar cabos de grande extensão. Duas mesas e cadeiras coloridas são de latas reformadas, que fazem um mix de materiais com as cadeiras e a mesa redonda e baixa, todas de madeira. Há, aproximadamente, 70 vasos de flores, folhagens e frutíferas, além de uma fonte de água em um pequeno gramado.

 

Ao lado da bancada de trabalho, feita de MDF branco, Amanda pôs em prática uma ideia que conheceu em uma pousada onde se hospedou. O lavatório é composto por uma pia feita com pé de máquina de costura antiga, madeira de demolição, cuba de resina e encanamento simples. Ela ficou encantada, perguntou sobre o processo, recebeu as instruções e construiu uma no atelier, com a ajuda do pai. O pé de máquina, comprado em loja de usados, custou R$ 120.

 

Projeto: Amanda Mol;

Televisão retrô: LG;
Almofadas: Oficina da Almofada;
Azulejos retrô: Eliane;

Frigobar: Brastemp;
Cartazes: Amanda Mol.

 

Preços pesquisados entre agosto e dezembro de 2011, época de execução da obra. Sujeitos a alterações.

Fechar
Mostre o seu espaço, receba a nossa Newsletter semanalmente e participe de concursos! Faça parte de nosso portal, cadastre-se!

As melhores revistas de decoração do Brasil!

A Casa & Decoração é uma delícia, de muito bom gosto. Comprei a revista este mês e não pude deixar de reparar na qualidade e aceitar o convite de tirar os sapatos, sentar na poltrona e curtir

Ivana Michelin, São Paulo - São Paulo, via e-mail
Editora Online