Publicidade

Acontece > Eventos
Bonito por natureza

Texto: Cida Barros / Fotos: Adriana Barbosa

 

Savana africana
A paisagem mágica das savanas africanas inspiraram a designer de interiores e paisagista Marcelle Hergert, os artistas plásticos Marisa Trippia e Glauco Pansiete Zia e o jardineiro Antônio Aparecido Bueno da Silva a criarem um jardim que mescla a rusticidade e o requinte. Arte e paisagismo destacam aspectos selvagens com leveza por meio da pintura nas paredes e esculturas de lata, que retratam a flora e fauna do continente. “Queríamos chamar a atenção para a iminente falta de água no planeta e a importância de sua preservação”, refflete Marisa Trippia.

 

Destaque para as espécies kalanchoes, cacto-bola, mandacaru, rosa-do-deserto, pata-deelefante, agaves dragão e palito, e zamioculcas.

 

Dica
A natureza africana é representada pelos materias reutilizados, integrados ao paisagismo. Aqui, o jacaré de lata faz parte da decoração e representa o potencial de reaproveitamento do material.

 

 

Em família
Construir uma área lúdica e sustentável, atraente para os diversos tipos de público, mas econômica, foi o grande desafio da designer de interiores e paisagista Marcelle Gobetti Hergert. De um lado, o jardim dos adultos exibe um pergolado fabricado com madeira de eucalipto, rodeado por sapatinhos-de-judia em tons de amarelo e marrom e palmeiras ciaforte. Do outro, pneus coloridos transformam-se em pufes, canteiros e jardins verticais.

 

Em todo o espaço, foram utilizadas espécies como impatiens, petúnias e violetas.

 

Dica
Com apenas R$ 1,5 mil, Marcelle planejou um verdadeiro cantinho para a família repleto de espécies de fácil manutenção e muitas ideias criativas e ecológicas. Ela fabricou móveis de pallets e ainda usou caixotes de feira para elaborar uma horta.

 

 

Dicas de Reaproveitamento

Imagem 1. Vai jogar agora? Recicle!
O que poderia facilmente ir para o lixo transforma-se em originais vasos. Assim acontece com as botas e os sapatos velhos que passam pelas mãos dos paisagistas Maristela Monfardini Van den Broek e Paulo Teodoro Van den Broek, este também engenheiro agrônomo.

 

Imagem 2. Terráreos
Independentemente do tamanho, vidros com tampa podem ser o lugar perfeito para você montar verdadeiras miniaturas de jardins: os terráreos. A arquiteta Mayra Guarnieri e a blogueira Carol Costa aconselham a solução para aqueles que não têm tempo para cuidar das plantas. Dependendo da espécie, os microambientes exigem pouquíssima manutenção, com regas a cada 2 ou 3 meses.

 

Imagem 3. Mesa charmosa e sustentável
Bastou a antiga mesa de madeira ter uma faixa no centro adaptada para transformar-se em uma linda floreira. A céu aberto, ela está sempre pronta para as reuniões familiares, mas com um charme a mais: decoração natural permanente. Para manter as espécies sempre saudáveis, atente para os tipos mais resistentes, indicados à área externa.

 

Imagem 4. Do lixo para a decoração
Fogão sem uso, barris, leiteiras, vasos de metal e madeiras descartadas ganharam novas funções ao compor o decontraído ambiente externo, uma prova de que é possível reaproveitar e consumir menos.

 

 

5 ideias para fazer um jardim vertical ou uma horta em casa

1. Tubos de PVC
Ideal para ser fixado em muros, o jardim montado com canos de PVC acomoda espécies pendentes, como as samambaias. Para fabricá-lo, basta uma moldura de madeira no tamanho desejado e canos de várias circunferências cortados na horizontal. A alternativa auxilia na umidificação do ar e na diminuição da temperatura ambiente.

 

2. Floreiras de pallets
No ambiente idealizado por Maristela Monfardini Van den Broek e Paulo Teodoro Van den Broek, os pallets transformaram-se em jardins verticais. A decoração é complementada com materiais de demolição de antigas residências e com o descarte do próprio paisagismo. Entre as espécies cultivadas, destacam-se dormideiras, barlérias, grama e espada-de-são-jorge.

 

3. Horta em tubos de PVC
Ideias ecologicamente corretas foram mostradas por Jaíce Di Prospero Blasques, paisagista e designer floral, e Marina Arakaki, paisagista. A dupla montou uma horta vertical, com totens de design moderno, com canos de PVC serrados, moldados, pintados de vermelho, fincados no chão e dispostos em diversas alturas. Neles, são cultivados alecrim e hortelã; no piso cimentício drenante, placas foram intercaladas para ajudar a absorver a água da chuva.

 

4. Pallets e garrafas PET
Para quem tem bastante espaço no quintal, a solução de jardim suspenso com pallets e garrafas PET é perfeita. O primeiro serve para fixar; o segundo faz as vezes de vasos confeccionados com a base e a cúpula da garrafa. Para dar uma graça, basta pintálos na cor preferida.

 

5. Pneus reciclados
Em vez de jogar o pneu impróprio para o uso no lixo e esperar até 600 anos pela sua decomposição, Marcelle Gobetti aconselha pintá-los com cores vibrantes e usá-los como jardineiras suspensas. Nesse caso, eles servem de suporte para vasinhos encaixados no interior da peça.

Fechar
Mostre o seu espaço, receba a nossa Newsletter semanalmente e participe de concursos! Faça parte de nosso portal, cadastre-se!

As melhores revistas de decoração do Brasil!

Fabuloso o apartamento mostrado no Portal, lindo mesmo! Adorei as ideias e os detalhes, deixaram tudo simples e sofisticado. Parabéns!

Dielle Melo, São Luís - Maranhão, via Twitter
Editora Online