Publicidade

Decore > Casas
Décor vanguardista

Texto: Fernanda Emmerick / Fotos: Sidney Doll

 

 

 

Décor vanguardista

Como nos tempos do modernismo, aqui a decoração quebra regras e exibe um perfil singular, em que a mistura do novo e do antigofinaliza o projeto nitidamente vanguardista
 

O home office – que também vira quarto de hóspedes, se necessário – é mais uma área integrada do projeto. O destaque está em itens como a mesa de cavaletes de madeira, o vidro e a luminária, trazida por Lara, de Milão, Itália. A solução dá vida a um dos cantinhos mais contemporâneos do apartamento

 

 

- A mesa, comprada em um antiquário na Praia do Rosa, é original da década de 1950, com tampo de fórmica e cadeiras de couro sintético. A finalização é dada pelo lustre em formato de lâmpada, também de gosto atemporal

 

- A varanda tem cadeira e banqueta quase futuristas, desenvolvidas por Lísea em parceria com a Janela45. São feitas de polietileno de alta performance – resistentes e laváveis –, e permitem às peças ficarem expostas à chuva ou ao sol. Os banquinhos de madeira, pintados a mão, têm como autores índios da Amazônia. Lara trouxe-os de uma temporada que passou lá
 

Mistura de cores, de estampas, de estilos. Um apartamento que une peças de antiquários, achados de design e mostra sintonia entre cores e revestimentos além do senso comum. Localizado no bairro do Higienópolis, em São Paulo, ele tem 100 m² e foi idealizado pelo Estúdio de Arquitetura e Design Lísea Kasper e Lara Amaral, arquiteta e designer, respectivamente. Seguindo o padrão do próprio prédio, de linha modernista, a linguagem manteve-se, enquanto a decoração fluiu cheia de histórias para contar.
A mescla de peças antigas e atuais deu origem a contrapontos, como a réplica da mesinha Eileen Gray e o piso de taco, uma herança do antigo dono. “Minha casa tem muita informação. Gosto de pensar nos detalhes, de encher as paredes. Um lar vazio não me inspira”, acrescenta Lara, que também é proprietária do apartamento.
O inevitável aspecto retrô traz, ainda, a sensação de ambiente cenográfico, que brinca com o papel de parede de estampa geométrica, a estante vazada repleta de acessórios estilosos e divertidos ou mesmo a porta sanfonada de madeira. A peça contribui para o ganho de espaço sem perder em ousadia – marca registrada do projeto. “Quando entrei no apartamento pela primeira vez, ela estava deteriorada. Logo vi o painel de janelas e a porta sanfonada dividindo ambientes e me apaixonei! Percebi o potencial daquele espaço e fiz uma reforma radical”, conta Lara.
Toda a iluminação do apartamento foi muito bem-pensada, afinal, ela precisa ser confortável e aconchegante para as pessoas gostarem de estar naquele ambiente. “Brincamos ao definir a luz como responsável por deixar as pessoas bonitas”, comenta Lísea.
O azul vintage da marcenaria de fórmica ganhou sofisticação com a aplicação do piso de placas de resina, da parede e bancada da cozinha. Com a base da decoração de cor preta, as peças coloridas e modernas deixam o espaço mais criativo e descontraído. O toque dos anos 1950 é pontuado pelo uso de cobogós na divisão entre cozinha e área de serviço. Eles não só faz parte da temática do ambiente, como também facilitam a iluminação natural e a ventilação cruzada.
Ao entrar no quarto, a primeira percepção é o papel de parede que imita capitonê. Agregando um ar confortável ao espaço, o revestimento permite às profissionais brincar com cores na decoração. Os miniquadros do artista japonês Yoshitomo Nara ganham iluminação indireta, e o pendente vermelho, do outro lado da cama, colore o quarto à noite e traz uma luz mais quente. Para não perder o costume de usufruir de peças especiais, a mesinha lateral também foi comprada em antiquário e segue o estilo art déco.

 

O azul vintage da marcenaria de fórmica ganhou sofisticação com a aplicação do piso de placas de resina, da parede e bancada da cozinha. Com a base da decoração na cor preta, as peças coloridas e modernas deixam o espaço mais criativo e descontraído. O toque de anos 1950 é pontuado pelo uso de cobogós na divisão entre cozinha e área de serviço. Eles não só faz parte da temática do ambiente como também faciitam a iluminação natural e a ventilação cruzada

 

Com a intenção de criar uma espécie de floresta dentro do lavabo, entrar no espaço permite um misto de impressões. O papel de parede intensamente colorido e florido é neutralizado pela pia de granito São Gabriel. O espelho auxilia para que o ambiente se assemelhe a um cubo cor-de-rosa

 

- Feita de jacarandá, a estante vazada imprime o conceito de loft no apartamento, dividindo o espaço de maneira leve. “Gostaria de privacidade para o quarto, mas, ao mesmo tempo, não queríamos originar um corredor fechado. A ideia tornou-se um superelemento, pois guarda livros e objetos e ainda cria um ambiente para o lavabo e o dormitório”, detalha Lara

- O banheiro tem bancada de concreto e harmoniza o piso de porcelanato. O armário de MDF Virgínia recebe luz ideal para maquiagem, e o espelho ganha um divertido porta-colares. A personalização do espaço fica por conta de uma foto de Lara quando bebê
 

 

 

Projeto, Estúdio de Arquitetura e Design Lísea Kasper e Lara Amaral; papel de parede, Papel de Parede Anos 70; quadro com moldura flúor, Felix Gonzalez Torres; lustre em forma de lâmpada, Micasa; abajur de coelho, Estúdio MOOOI; mesinha lateral do sofá, espelho do quarto e da cama, Tok&Stok; estante da sala e marcenaria da cozinha, Madero Marcenaria; mesa e cadeiras, Antiquário Entre Outras Coisas; luminária de nó, Estúdio LLOT LLOV; estampa da poltrona da sala, FARM para JRJ Tecidos, pedras da cozinha e do lavabo, Marmoraria Terra; metais do banheiro, Deca; metais da cozinha, Lorenzetti; cobogó, Cerâmica Martins; luminárias do quarto, Reka Iluminação; enxoval, M.Martan; poltrona e banqueta da varanda, Moblo.

Fechar
Mostre o seu espaço, receba a nossa Newsletter semanalmente e participe de concursos! Faça parte de nosso portal, cadastre-se!

As melhores revistas de decoração do Brasil!

Escrevo para agradecer a publicação do nosso cantinho na Casa & Decoração e as palavras carinhosas da matéria. Ficou fofo, fofíssimo, adoramos! Aliás, a revista toda arrasa!

Emy Kuramoto, da tofustudio.com.br, São José dos Campos - São Paulo, via e-mail
Editora Online