Publicidade

Ecodécor > Artes, design e artesanato
Sim, eu faço tricô e crochê!
Texto Douglas Calan | Fotos Sidney Doll | Adaptação Thales Bormann (estagiário)

Assumir esse hábito do tempo da vovó nem sempre foi simples. Por incrível que pareça, algumas gerações enxergaram esses trabalhos manuais com certo preconceito. Mas, para a alegria daqueles que amam os emaranhados de tecidos, o artesanato está com tudo na decoração. Sua maior qualidade nessa área é deixar a casa com jeito de... casa.


Carolina Araújo, dona da loja Zizi Maria, encontrou, nas mãos habilidosas das artesãs, um jeito de decorar que mistura ousadia e simplicidade das tramas

  
Preserve o artesanal!

Já é possível encontrar peças de tricô ou crochê feitas em esquema industrial. Mas a empresária Carolina Araújo prefere recorrer às mãos habilidosas de artesãs para desenvolver as criações de sua marca, a Zizi Maria. “O trabalho manual tem sido mais valorizado porque há uma busca por artigos personalizados”, afirma.

Embora seja mais trabalhoso, o artesanal apresenta uma característica sem paralelo: “Envolve a dedicação de alguém e ainda simboliza o gesto humano”, considera Carolina. É essa aura que pufes, luminárias, almofadas, colchas, vasos e jogos americanos carregam consigo e que a fazem lembrar a avó que a ensinou a fazer um cachecol básico. Ela tinha 11 anos e recebia a primeira de muitas aulas dessa técnica tão rica.

Todas essas qualidades fazem do tricô e do crochê um resgate das memórias e a ligação irrefutável com o ecologicamente correto, qualidades que se tornaram moeda forte na decoração.
 

“Sou fascinada por novelo de lã”

“Quer aprender?”, perguntou a mãe a Mimi, percebendo que ela olhava intrigada aquela teia colorida. Aos dez anos, o emaranhado tão sedutor agarrou a menina para a vida inteira. Com os primeiros pontos, ela criou de blusas a casacos. Aos 28, descobriu o potencial dessa costura e intercalou faixas de tricô com lonita crua, encontrando um jeito próprio de mexer com as agulhas.

A partir daí surgiram muitas ideias para mantas, colchas e almofadas. “Tenho fascínio por novelo de lã. É o maior barato ver o trabalho surgindo das próprias mãos”, conta, mesmo depois de anos dedicados à prática. Tanto empenho fez que o hobby se transformasse em profissão: atualmente, Mimi Soffer transformou sua oficina de panos em um conceituado endereço da Vila Madalena, em São Paulo.
 



No vaivém das agulhas, Mimi Soffer viu passar muitas modinhas que colocaram os trabalhos manuais na berlinda. Mas nunca abandonou a antiga prática, que, segundo ela, traz aconchego e tem a capacidade de carregar histórias 


 

Meus primeiros nós

Mimi Soffer aprendeu com a mãe, que também teve lições com a mãe e que, na verdade, aprendeu com a bisavó. Uma das características do artesanato é ser hereditário. Mas quem não tem uma árvore genealógica cheia de artesãs também tem o direito de se arriscar. A especialista no assunto sugere começar com pontos simples, que podem ser aprendidos com amigas ou em revistas especializadas. “Compre linhas de cores variadas, tente misturá-las e verifique as várias meadas. Visualize a trama em uma almofada ou manta”, indica Mimi. A seguir, escolha o ponto e as agulhas necessárias para executá-la – as mais grossas são para texturas largas ou trabalhos mais rústicos, e as finas ajudam a fazer tramas fechadas e peças delicadas. “Não tem segredo! A própria prática guia você”, garante Mimi. Quem é adepto diz que o hábito ainda funciona como terapia. Se gostou, comece a montar a sua cestinha com vários novelos de lã e linha, agulhas de tricô e crochê, fita métrica, tesoura, linhas de costura para arremate, agulhas e alfinetes.


 


 

Onde encontrar


Mimi Soffer - Oficina de Pano Tel.: (11) 3034-0273; www.mimisoffer.com.br
Zizi Maria Tel.: (11) 3803-9853  




Fechar
Mostre o seu espaço, receba a nossa Newsletter semanalmente e participe de concursos! Faça parte de nosso portal, cadastre-se!

As melhores revistas de decoração do Brasil!

Continuarei fã, acompanhando a Casa & Decoração e as outras revistas da Editora On Line. Eu indico para amigas porque tem ideias maravilhosas. Desejo sucesso

Tatiana Veras, João Pessoa - Paraíba, via e-mail
Editora Online