Publicidade

Ponto de vista > Entrevistas
Ruptura das percepções
Texto Joni Anderson | Adaptação Thales Bormann (estagiário) | Fotos Xico Diniz/ Divulgação
Dono de uma arquitetura globalizada, o arquiteto baiano adapta seus conceitos às realidades locais propostas por projetos que vão da África à Lisboa e de Zurique à Bahia, sempre levando em consideração a interação entre homem e espaço em que vive.

Entre uma ligação e outra e orientações para seus 67 funcionários espalhados em escritórios de Salvador, São Paulo e Lisboa, Sidney Quintela encontrou um tempinho para falar sobre a sua carreira e seu estilo inconfundível que o tem levado a alçar voos cada vez maiores.

Nos últimos três anos, sua vida profissional tem sido assim: viagens, muitas pontes aéreas, lugares distantes, e projetos residenciais e comerciais espalhados pelos continentes. Formado pela Universidade Federal da Bahia, Sidney colhe o resultado de dez anos de carreira e de refinamento de seu know how.

Em Moçambique, capital de Angola, ele assina onze grandes hotéis, residências e empreendimentos para companhias estatais locais. Mas também tem obras em Zurique (Suíça), Lisboa (Portugal), Brasília (DF), São Paulo, Angra dos Reis, Rio de Janeiro, Trancoso e na capital baiana. “É um aprendizado muito grande ter contato com pessoas de costumes e culturas diferentes. Como a arquitetura é uma profissão humanista, quanto mais você entende de gente, mais você se completa”, filosofa.

Apesar da voz tranquila, do jeito zen e da fala mansa, ele tem personalidade forte, o que também transparece nos seus trabalhos. Não é à toa que a arquitetura Sidney Quintela se globalizou. E a assinatura também. “A minha linguagem é a mesma, mas, sim, existe um estudo de cada local; dos hábitos culturais, do clima, do relacionamento entre as pessoas, do dimensionamento de espaços na casa... Na Europa, por exemplo, não existe quarto de empregada e os banheiros e cozinhas são maiores. Na África ou no Brasil, as necessidades são outras”, diz.

De fato, em seus projetos a utilização inteligente de linhas retas, de grandes vãos, da interação da área externa com a interna, do uso da iluminação e ventilação naturais e do respeito ao entorno dos projetos se tornaram marcas registradas. O resort horizontal, Angra One, construído dentro da mata e junto ao mar de Angra, no Rio de Janeiro, é outro exemplo marcante de seu portfólio. “É um projeto que tem a intenção de sumir na paisagem, com os cuidados imprescindíveis de respeito à sustentabilidade. Minimizamos ao máximo o impacto ambiental da construção e a integramos à natureza”, afirma.


Versátil, ele diz que se espelha em “figuras com estilo e características próprias”, como os ícones Tadao Ando, Paulo Mendes da Rocha, Richard Meyer e Oscar Niemeyer. Estilosos para ele também são os designers Phillipe Starck, Charles Eames, Eero Saarinen e Sergio Rodrigues, dos quais faz questão de ter peças em casa. E por falar nisso, como é a casa de Sidney Quintela? “Ela é simples, usual, mas tem as coisas que eu gosto”, despista discretamente. Pode até ser.


GALERIA DE FOTOS
| Clique nas imagens e conheça alguns dos projetos de mais sucesso de Sidney Quintela


Escritório em Salvador

AnteriorProxima
No detalhe da fachada do escritório, aço cortem, um dos materiais que Sidney Quintela utiliza em suas obras e também estuda para uma linha de mobiliário com assinatura própria.
O espaço gourmet com jardim e mirante para o mar funciona como cantinho reenergizante no escritório urbano do arquiteto.
Entre móveis confortáveis, brises, plantas, a vista deslumbrante para o mar e o resgate do clima caseiro, acontecem as pausas inspiradoras para o ritmo frenético da equipe.


Restaurante

AnteriorProxima
Reformado em dois meses, nas mãos de Sidney Quintela e equipe, o restaurante Mistura, reconhecido pela fusão das culinárias baiana e mediterrânea em Salvador, ganhou pé-direito mais alto, trocou revestimentos e foi ambientado no clima do Recôncavo Baiano.
Uma das paredes do salão, por exemplo, foi revestida com uma pedra encontrada em jazidas do litoral norte da Bahia.
O teto recebeu forro de réguas de madeira pintadas de branco, que acompanham a inclinação do telhado. No piso, predomina a cerâmica Gail.


Gaia

AnteriorProxima
Para a loja Gaia de Salvador, pé-direito altíssimo e ambientes integrados para otimizar a utilização do espaço e destacar os produtos à venda.
O minimalismo da proposta é aquecido pela distribuição sinuosa dos pisos, a iluminação pontual e detalhes como o guarda-corpo em vidro.


Residência em Trancoso

AnteriorProxima
Para a casa em Trancoso, os traços inconfundíveis de Quintela e suas soluções arquitetônicas e estéticas que valorizam a utilização inteligente de linhas retas, dos grandes vãos e do uso da iluminação e ventilação naturais.
Suspensa, a piscina com borda infinita ganha destaque ao ser camuflada na paisagem. A volumetria das linhas retas e dos espaços amplos, que conferem leveza e criatividade ao projeto, são fundamentos recorrentes em seus projetos.
Para a residência de Trancoso, materiais orgânicos e ambientes espaçosos que interagem entre si e permitem um contato direto com a natureza que está do lado de fora. Uma arquitetura de ruptura, mas que valoriza o diálogo entre elementos rústicos e linhas contemporâneas.


Agência de publicidade

AnteriorProxima
O espaço de 33 m² da agência de publicidade precisava de versatilidade e soluções inteligentes. Inteiramente repaginados pelo arquiteto, os ambientes predominantemente brancos, ganharam o colorido das toy arts, livros de arte e das telas do artista plástico Ricardo Teixeira.
Para reforçar a sensação de amplitude, o piso ganhou revestimento de marmoglass e foram acrescentadas divisórias em vidro.
A estante irregular de MDF, pintada em verniz automotivo, ajuda na organização e no bom aproveitamento do espaço.


Onde encontrar


Sidney Quintela Tels.: (71) 3333-7000, (11) 3085-6129; www.sidneyquintela.com.br




Fechar
Mostre o seu espaço, receba a nossa Newsletter semanalmente e participe de concursos! Faça parte de nosso portal, cadastre-se!

As melhores revistas de decoração do Brasil!

Está lindo! Parabéns! Se precisar de um antes e depois, meu apto é perfeito, pois é todo improvisado. Abraços!

Kelly Nagaoka, São Paulo - São Paulo, via Orkut
Editora Online