PUBLICIDADE | LOJA ONLINE | ATENDIMENTO | ASSINATURAS Online Editora
Publicidade

Revista do Mês REVISTA DO MÊS

Casa & Decoração

O Prazer de Morar

ASSINE A SUA
Faça já! > Resolva
Sofá sem medo de errar
Texto Guilherme Mota | Adaptação Thales Bormann (estagiário)
Na decoração pode faltar o que for, menos o sofá. Portanto, combiná-lo corretamente com o restante do ambiente é um tema que ainda levanta muitas dúvidas. E, para evitar equívocos, mostramos como usar esse acessório, que pode ser o ponto de partida para o décor da sala, do home theater, do living...


Observe os tamanhos
Foto Alexandre Dotta

O móvel tem de acompanhar as dimensões do ambiente em que está inserido.

Pequenas – até 9 m²

Procure sofás compactos e invista em soluções que tragam leveza, como pés elevados. Privilegie móveis de canto, como mesas e poltronas pequenas, e atenção com as dimensões da mesa de centro, que pode prejudicar a circulação.

Médias – de 9 a 15 m²

Estas salas já aceitam sofás um pouco maiores, com peças de dois e três lugares, poltronas e mesas de centro.

Grandes – acima de 15 m²

Permitem peças largas e espaçosas e também a integração de ambientes, tendo o sofá como divisor. “O importante é a proporção, de maneira que evite a sensação de aperto”, diz a decoradora Clélia Regina Ângelo. 


Projeto, Luis Café e Vivian Contri; marcenaria, mesa de jantar, aparador e cadeiras, Eduardo Marcenaria; móveis do estar, A Especialista; vidros e espelhos, Projetos Vidros.



Cores e estampas
Foto Alexandre Dotta

Equilíbrio de tons versatiliza o espaço
O importante é equilibrar os matizes, com peças coloridas e outras claras, para o ambiente não ficar monótono, levando em consideração também as cortinas e as poltronas. Uma dica é colocar as amostras de tecido juntas, para ver se a combinação fica de acordo.

Cores claras para metragens reduzidas
Tonalidades sóbrias, lisas e neutras tendem a ampliar os espaços, enquanto opções mais escuras, com estampas e listras têm o efeito contrário sobre a decoração. “Eles deixam o ambiente ainda menor e não são indicados para metragens reduzidas”, conta a arquiteta Carla Dichy. 

Projeto, Cristina Bozian; tapete, Grado; sarja dos sofás e pufes, JRJ Tecidos e Rolos; vasos de cerâmica, Stile D.O.C.; móveis, almofadas e acessórios de decoração, Jacaré do Brasil. 


O ambiente dita o móvel 

Living
Segundo a decoradora Christina Hamoui, o living precisa de peças que valorizem o convívio social. Sofás mais estreitos, até mesmo divãs e recamiês, podem ser usados, pois o espaço exige uma postura mais formal de quem se senta. “É muito importante que a visita não ´afunde´ ou ´durma´ no móvel”.

Estar, varanda e home theater
Pedem sofás despojados, com estampas alegres e cores mais vivas. Já para o home theater e a sala de TV vale a regra do conforto máximo. “O importante neste caso é o bem estar, e outros detalhes como cor, desenho e tamanho estão diretamente ligados ao gosto do morador”, destaca Christina.



Aproveite os acessórios

Foto Alexandre Dotta

Renove o visual com os objetos de decoração.

Tons fortes nas almofadas valorizam o sofá
Se você deseja arriscar, mas não tem certeza do resultado, a regra é ousar em acessórios menores, mais fáceis de trocar e que podem renovar facilmente a sala. “Cores nas almofadas e mantas são bem-vindas”, aponta Carla Dichy. 



Projeto, Sérgio Gonzalez; marcenaria, equipe do arquiteto; móveis e acessórios, acervo do proprietário.




Circulação e distâncias
Foto Alexandre Dotta

Atenção às metragens evita erro na circulação do espaço.

Resultado leve e amplidão garantida
Distâncias apropriadas permitem uma circulação perfeita e um visual clean, afastando a sensação de aperto. A área ideal varia de 70 a 90 cm entre o sofá e as mesas de centro, e um mínimo de 60 cm das paredes, caso não seja encostado. Outro ponto importante é o número de entradas e saídas do ambiente. “Elas não podem ser fechadas pelo móvel, a menos que a ideia seja guiar o fluxo de pessoas”, explica Carla Dichy.

Cuidado com a quantidade de móveis
Isso pode ser um problema, principalmente nos espaços menores. “Use somente o necessário, pois muitas peças juntas diminuem o ambiente visualmente”, completa.



Projeto, Sonia Kolinac e Ana Rodrigues Pinto; sofás, Brentwood; tecidos, Empório Beraldin, Interni; abajur, mesas e tapetes, Ana Luíza Wawelberg; aparador e luminárias, Interni; cortina, Vera Ray.
 


Formatos apropriados
Foto Renato Negrão




























Projeto, Sueli Adorni; sofás, mesas, poltronas giratórias e cadeiras, Sundeck.

Encosto alto junto à parede
A altura do encosto influencia a visibilidade: os mais baixos são recomendados para salas amplas e integradas e se estiverem no centro. Encostos altos devem ficar mais próximos às paredes, para evitar obstáculo visual.

Profundidade interfere no aconchego
Peças estreitas remetem a ambientes mais formais, como os livings, enquanto as profundas são mais apropriadas para a sala de TV e o home theater, que pedem mais conforto.



Centro das atenções
Foto Divulgação

Belo desenho dispensa outras peças como mesas e poltronas.

O design faz a diferença
Para a arquiteta Clélia Regina Ângelo, peças assinadas ou modelos com estilo único podem ser favorecidos pela decoração. Nesses casos, o móvel pode figurar sozinho, sem mesas laterais, de centro ou poltronas. “Ele fica como uma peça de arte, apreciado por seu efeito escultural no ambiente”, diz.


Sofá Marenco, do designer Mario Marenco para Arflex.
 


Por dentro da moda

Linhas retas continuam em alta
Tendências? Saiba que os profissionais apostam nas linhas contemporâneas. “Há uma influência italiana forte na decoração, com móveis e sofás mais baixos e de linhas mais retas”, conta Christina Hamoui.

Almofadas maiores em destaque
O uso de almofadas grandes, como um sofá de três lugares com apenas duas almofadas, para dar uma sensação mais ampla de conforto.

Modelo Sofá, de Francesco Binfarè, para a italiana Edra. 


Experimente antes de comprar

Diversas possibilidades de estofamento, tecidos e acabamentos estão disponíveis no mercado, e influenciam muito o conforto e a finalidade de cada peça. Por isso veja, toque, sente-se e experimente com cuidado o sofá antes de comprar, pois nenhum detalhe deve superar a sua afeição pelo móvel.

Onde encontrar


A Especialista Tel.: (11) 3043-9142; www.aespecialista.com

Ana Luíza Wawelberg Tel.: (11) 3081-1434

Ana Rodrigues Pinto Tel.: (11) 7152-3913

Brentwood Tel.: (11) 5107-3172; www.brentwood.com.br

Cristina Bozian Tel.: (11) 3253-7544; www.cristinabozian.com.br

Eduardo Marcenaria Tel.: (11) 3672-3709

Empório Beraldin Tel.: (11) 3030-3960; www.emporioberaldin.com.br

Grado Tel.: (11) 3081-5333

Interni Tel.: (11) 3081-1664; www.interni.com.br

Jacaré do Brasil Tel.: (11) 3081-6109; www.jacaredobrasil.com.br

JRJ Tecidos Tel.: (11) 3849-3629; www.jrj.com.br

Luis Café e Vivian Contri Tel.: (11) 3726-4455; www.luiscafeviviancontri.com.br

Projetos Vidros Tel.: (11) 5062-8200

Sérgio Gonzalez Tel.: (11) 3232-8490

Sonia Kolinac Tel.: (11) 9603-5653

Stile D.O.C Tel.: (11) 3064-9614

Sueli Adorni Tel.: (11) 4166-5550

Sundeck www.sundeck.com.br

Vera Ray Tel.: (11) 9179-3330





Fechar
Mostre o seu espaço, receba a nossa Newsletter semanalmente e participe de concursos! Faça parte de nosso portal, cadastre-se!

As melhores revistas de decoração do Brasil!

Está lindo! Parabéns! Se precisar de um antes e depois, meu apto é perfeito, pois é todo improvisado. Abraços!

Kelly Nagaoka, São Paulo - São Paulo, via Orkut
Editora Online